CAROS LEITORES, ESTOU AUALIZANDO OS SET'S COM NOVAS, MAIORES E MELHORES IMAGENS, VAI DEMORAR UM POUCO PARA EU TERMINAR, E ALGUNS SET'S FICARÃO TEMPORARIAMENTE FORA DO AR, MAS GARANTO QUE A ESPERA VALERA À PENA!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Set-Up de David Gilmour (do disco About Face)



Dando continuidade aos Set's do guitarrista David Gilmour, hoje venho falar do set do guitarrista no disco About Face, espero que gostem!


Guitarras

Não tenho certeza quanto algumas das fotos das guitarras abaixo, então não usem essa sessão para consultas de imagens, só de informações... Os demais itens estão corretos.

Album recording sessions and tour

Fender Stratocaster “The Black Strat”
- 1969 black alder body with a Kahler tremolo and locking system, black pickguard, Charvel 22-frets maple neck and Fender 1971 neck and middle pickups and a Seymour Duncan custom SSL-1 bridge pickup. The guitar was used on “Short and Sweet” and “Murder” on the tour with a drop D tuning.

Fender Stratocaster
- 1983 ‘57 reissue, candy apple red alder body with a white pickguard, maple neck and Fender 50’s reissue pickups.
Fender Stratocaster- 1983 ‘57 reissue, blonde alder body with a white pickguard, maple neck and Fender 50’s reissue pickups.
Fender Stratocaster
- 1983 ‘62 reissue, candy apple red alder body with a white pickguard, rosewood neck and Fender 60’s reissue pickups.
Fender Esquire- 1955 sunburst ash body with black pickguard and maple neck. Fitted with a custom Seymour Duncan neck pickup.
Violões

Ovation Custom Legend 1619-4 acoustic steel string guitar
Washburn steel string guitar
Martin D-35 acoustic steel string guitar

Roger Griffin headless 19” scale guitar - Copenhagen April 25. 1984. (?)

Nota: É documentado que guitarras ele usou no álbum, embora há fotos de sessões onde ele usou principalmente a Black Strato de 1955 Esquire e um violão Ovation Legend com cordas de aço.

Amp's & Speakers

3 Fender Twin Reverb II 1983 105W heads
- 4×6L6 tubes. Two mains and one head was a spare.
Fender Twin Reverb II - traseira
Mesa Boogie Mark I 1978 60W head- 4×6L6 and 2×12AX7 tubes. The amp was used with a Boss HM-2 for boost and distortion.
Gallien-Krueger 250 ML MK II 100W
- 2 channel solid state with 2x 4.5″ speakers. David used this for boost with the speakers bypassed.
4 WEM Super Starfinder 200 cabinets- with 4×12” Fane Crescendo speakers.
2 Marshall JCM 800 cabinets- with 4×12” Celestion G12M speakers.

Pedais de Efeitos

Boss SCC-700 pedal board e efeitos adicionais

Boss SD-1 Super Overdrive
2 Boss GE-7 Equalizers
2 Boss DD-2 Digital Delays
Boss CS-2 Compression Sustainer
Boss HM-2 Heavy Metal
2 Boss CE-3 Chorus
Electro Harmonix Big Muff (1973 “Ram’s Head”)

Tremolo (Until We Sleep recording sessions) ?


Rack's
2 MXR Digital Delay System I
2 MXR Digital Delay Sytem II
MXR Pitch Transposer
2 Conn ST-11 Strobo Tuners

Nota: Muito pouco é documentado sobre as sessões de gravação. David usou principalmente um Boss HM-2 e um MXR DDL com um amp Mesa Boogie para os sons distorcidos.

Guitars

 David’s 1984 tour rig;
1. 2 MXR Digital Delay System II
2. 2 MXR Digital Delay
3. 2 Conn ST-11 Strobo Tuners
4. 3 Fender Twin Reverb II heads
5. Mesa/Boogie amp
6. Gallien-Krueger 250 ML MK II
7. Schaffer Vega wireless system
8. Boss SCC-700 board,
(from top left) SD-1 overdrive, GE-6 equalizer, CE-3 chorus, CS-2 compressor, HM-2 distortion, DD-2 digital delay, DD-2 digital delay
(right side) CE-3 chorus, GE-7 equalizer


Wireless
Schaffer Vega wireless system

Um olhar mais profundo...
Boss SCC-700
Guitars

Essa espécie de pedaleira foi modificada para David, passando de 7 para 9 efeitos, sendo que a maioria deles foi trocada.

Phil Taylor fez algumas modificações nela para melhorar sua flexibilidade.

Boss HM-2 Heavy Metal
Foi a distorção principal do álbum e da turnê. Tem um som parecido com o RAT junto com uma distorção clássica da Marshall. David somente a usava com um Amp Mesa Boogie e com Delay.

Delays
David incluiu 6 unidades de Delay's, 4 da MXR e 2 da Boss. Todos estavam definidos de forma diferente, mas dois dos DD's da MXR eram usados simultaneamente com um 4/4 tap e um 3/4 tap  com a mesma taxa em Blue e Run Like Hell.

Um olhar mais profundo


Amp live set-up
O sinal da guitarra principal passou por o topo de um Mesa Boogie para o Boost, similar a um Pré-Amp (controlado por um on/off footpedal). O sinal passou através do SCC-700 e foi dividido para Stereo por um CE-3. Esses dois sinais foram colocados em dois Fender Twins separados e nos cabos do Speaker.

2 comentários:

  1. Olá colega!
    Procurei um link de contato aqui no seu Blog, mas não encontrei. O lance é que criei um Conjunto de Presets para tocar Pink Floyd e David Gilmour, usando o software Guitar Rig 3. Gostaria que você desse uma olhada. Não queria usar o espaço de comentário para divulgar isso, mas é porque não achei o seu contato.

    ResponderExcluir
  2. Dae Eder, foi mal, não tinha colocado ainda contato, mas pode mandar mensagem pra esse e-mail que eu coloquei no lado direito em cima...

    Curti sua idéia, me manda mensagem pra mim dá uma olhada!

    Abraço!

    ResponderExcluir